Mande whats

(95) 99112-7188
Catarina Guerra: "Fico muito feliz com a sensibilidade do governador Antonio Denarium em cuidar desses nove municípios" / Foto: Marley Lima /

O inverno rigoroso está castigando diversos municípios do interior de Roraima, com as cheias dos rios causando destruição de pontes e alagamento de estradas e vicinais - o que tem prejudicado especialmente o trabalhador rural, que precisa escoar sua produção agrícola.

O assunto foi abordado pela deputada estadual Catarina Guerra (SD) durante as explicações pessoais, no final da sessão da ALE-RR (Assembleia Legislativa de Roraima) desta quarta-feira, 9, e um pouco antes, durante entrevista à Rádio Assembleia.

Catarina agradeceu ao governador Antonio Denarium pela iniciativa de decretar, na segunda-feira, 8, estado de emergência em nove dos 14 municípios do interior de Roraima afetados pelas chuvas. O decreto tem validade de 180 dias a contar do dia 7 de junho de 2021.

Os municípios oficialmente em estado de emergência são: Bonfim, Cantá, Caracaraí, Caroebe, Normandia, Rorainópolis, São João da Baliza, São Luiz e Uiramutã. Nos outros seis municípios, entre eles a capital Boa Vista, equipes da Defesa Civil estadual realizam monitoramento diariamente.

Catarina havia solicitado em pronunciamento no plenário na sessão da semana passada, que o Governo do Estado desse especial atenção aos municípios atingidos pelas enchentes, especialmente na região do Baixo Rio Branco (que fica parte em Caracaraí e parte em Rorainópolis), onde o risco é "altíssimo", inclusive de mortes.

"Nós nos antecipamos, pedindo um planejamento para que os órgãos estivessem preparados para atender à população atingida, especialmente de Caracaraí e Rorainópolis, que compartilham o Baixo Rio Branco, região que constantemente sofre muito com o inverno. Já está comprovado que estamos vivenciando um inverno muito rigoroso, já choveu bastante e há previsão de chuvas ainda mais fortes nos próximos dois meses", afirmou.

A parlamentar disse que ela e sua equipe se empenharam em ajudar, colhendo e levando ao Exército, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, informações das prefeituras desses municípios pedindo que essas instituições se preparassem para realizar ações que pudessem diminuir os danos.

Conforme Catarina, já são inúmeros os prejuízos em diversas regiões do Estado, como perda de produção devido à falta de condições de escoar. Ela disse entender a dinâmica, as necessidades e que a chuva é algo sobre o qual não se tem controle, mas é preciso que todos estejam preparados para diminuir esses danos causados e prejuízos que venham a surgir.

"Fico muito feliz com a sensibilidade do governador Antonio Denarium em decretar essa situação de emergência, para cuidar desses nove municípios e os outros continuam sendo monitorados. Nós estamos acompanhando e fiscalizando, para garantir a segurança e a saúde de todos os moradores dessas regiões atingidas", garantiu.

Pontes e vicinais recuperadas ajudam a amenizar danos

Na opinião de Catarina Guerra, o trabalho que o Executivo vem realizando na recuperação de vicinais e pontes ajudou a diminuir o sofrimento das pessoas que moram no interior. No entanto, as cheias dos rios têm causado enormes prejuízos, destruindo barragens e levando bueiros e pontes, dificultando a vida dos agricultores.

De acordo com a parlamentar, a Defesa Civil Estadual está atuando no atendimento dessas demandas, realizando baldeação dos moradores e produtos de um lado para o outro dos rios, entre outras ações.

"O Estado tenta dar o suporte necessário, mas, infelizmente, quando se trata de mercadorias, de produção agrícola, como podemos citar Caroebe, São Luiz, especificamente na serra dourada, há um grande prejuízo em razão da produção de banana que não pôde ser escoada devido aos problemas causados pelo inverno rigoroso", frisou.

PL homenageia servidor do Detran-RR vítima da covid-19

Também na sessão desta quarta-feira, o plenário da ALE-RR aprovou por unanimidade o PL (Projeto de Lei) nº 099/2021, de autoria da deputada Catarina Guerra. O PL nomeia o Anexo de Vistorias Veiculares do Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) como Parque de Vistorias Nilson José de Andrade Júnior.

"Trata-se de justa homenagem a um servidor que, durante a sua trajetória na instituição, além das atribuições de vistoriador, ocupou funções de confiança, em decorrência da sua competência e dedicação. Infelizmente, Nilson foi uma das milhares de vítimas da vovid-19 no Brasil, vindo a óbito em decorrência das complicações da doença em 13 de março deste ano", justificou.

Nilson era servidor do Detran-RR desde de julho de 2015. "Deixou uma imensa lacuna na equipe dos servidores da autarquia, em especial no setor de vistorias veiculares, que agora levará o seu nome em merecida homenagem", afirmou.

O PL agora segue para sanção do governador Antonio Denarium.

Indicações contemplam saúde, pontes e vicinais

Ainda na sessão de hoje, foram lidas em plenário sete indicações de autoria da deputada Catarina Guerra, solicitando ao chefe do Executivo melhorias na área de saúde e recuperação de pontes e vicinais nos municípios de Mucajaí e São Luiz. Confira:

=> Indicação nº 761/2021: Reforma ou manutenção no telhado do Pronto Atendimento Cosme e Silva, para que seja sanado problema de infiltração;
=> Indicação nº 762/2021: Reforma ou manutenção no telhado do Hospital Geral de Roraima - HGR, para que seja sanado problema de infiltração, localizado no município de Boa Vista/RR;
=> Indicação nº 760/2021: Recuperação de três pontes de madeira localizadas na estrada que dá acesso a vila Tamandaré, município de Mucajaí;
=> Indicação nº 763/2021: Recuperação da estrada vicinal 21, localizada no município de São Luiz, e que seja disponibilizada rota alternativa enquanto a obra é realizada; 
=> Indicação nº 764/2021: Recuperação de duas pontes de madeira localizadas na vicinal 21, município de São Luiz;
=> Indicação nº 765/2021: Recuperação da estrada vicinal 02, Bem Querer, localizada no município de São Luiz;
=> Indicação nº 766/2021: Recuperação da ponte de madeira da vicinal 02, que dá acesso à vila Serra Dourada, localizada no município de Mucajaí.